O que é um APS? O que é um Simulador da produção? Qual a diferença?

Neste post, explico o que significa APS e debato sobre qual é a sua diferença em relação a um Simulador de produção


por LEANDRO JARDIM
________________________________________
Tempo de leitura: 4 minutos
Você vai ler sobre:
• O que é um APS? Como funciona?
• Diferença entre APS e Simulador
• Como tomar decisões de sequenciamento à luz dos objetivos estratégicos;

O que é um APS

A pergunta principal que motiva este post é, novamente, uma dúvida que ouço com grande frequência em salas de aula e empresas. Logo que as pessoas ouvem falar sobre APS e sobre Simulador, vem a dúvida: mas qual é a diferença?

Primeiro, vamos entender o que é um APS. Essa sigla quer dizer Advanced Planning and Scheduling. Alguns usam Advanced Planning Systems. A verdade é que ambas as palavras são importantes. É Scheduling porque estamos falando de programação detalhada. E é também systems, porque esse tipo de metodologia precisa ser apoiada por software.

Então, estamos falando de softwares para programar a produção. Isso significa que o produto final que sai desses sistemas é uma sugestão de sequenciamento para cada uma das máquinas (ou recursos produtivos) da empresa.

É um tipo de tecnologia cada vez mais importante e disseminado. Com o fenômeno da customização em massa (esse tema vale um outro vídeo, hein!), as empresas passaram a lidar com uma alta variedade no mix de produtos. Ambientes repetitivos ficaram parecendo produção sob encomenda. Muitos itens para poucas máquinas. Não tem jeito, a empresa vai ter que programar bem para dar conta.

Sequenciando melhor, a empresa é capaz de produzir mais, ser mais pontual, atender a mais clientes e também reduzir hora-extra, reduzir paradas de máquinas e setups, reduzir estoques.

Para realizar tal façanha, estes sistemas precisam estar modelados para reconhecer as características e informações de cada empresa em que são implantados. Basicamente, um APS precisa importar: a) o plano de produção ou a carteira de pedidos, b) as máquinas e recursos produtivos, c) os roteiros de fabricação com os tempos de máquina, e d) os estoques e apontamentos de produção.

O que é um Simulador

Um simulador nada mais é do que um determinado tipo de APS. Sua inovação é permitir testar cenários e alternativas. Ao invés de apenas sugerir um bom sequenciamento, ele permite simular o impacto futuro das alternativas considerando os principais indicadores da operação. O programador pode melhorar a sequência proposta pelo APS usando a sua experiência, as suas ideias e o seu conhecimento de fábrica.

Por exemplo, o programador roda uma simulação e em instantes terá um bom sequenciamento sugerido. Esse sequenciamento terá sido modelado para capturar o raciocínio padrão da empresa. No entanto, mesmo numa boa sequência pode haver questões indesejadas ou oportunidades de melhoria. Nessa hora, o simulador dá uma visão global do cenário futuro, de forma que o programador tem todas as informações de que necessita para sugerir e testar alterações nesse plano, medindo sempre qual será impacto futuro de cada alternativa de decisão.

Talvez você esteja se perguntando quais são essas alternativas de decisão. É simples, são aquelas que a fábrica está acostumada a fazer. Por exemplo, mudar um prioridade de cliente, subcontratar, fazer hora extra, mudar tamanho de lotes, dente outros.

Na prática, o programador fica instrumentado para, caso queira, melhorar ainda mais cenário futuro.

Simular o futuro, portanto, significa poder se antecipar a problemas. E, mesmo quando não há soluções para eles, como um atraso inevitável, por exemplo, a empresa pode se antecipar. Pode, por exemplo, avisar a clientes e fornecedores sobre a situação futura, de forma que todos possam se adequar à realidade que agora pode ser prevista.

Dá até para tomar decisões com base naquela que proporciona o melhor fluxo de caixa futuro. É o que a gente chama de Gestão Estratégica do Curto Prazo. Ao ser capaz de calcular o impacto global futuro de qualquer decisão local, a empresa se torna apta a realmente decidir com base na estratégia e à luz de seus principais indicadores.

Em resumo, Simulador também é um tipo de APS. Mas um APS que usa uma tecnologia de simulação para testar decisões e melhorar ainda mais os resultados operacionais futuros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s